PPGL PROG. DE POS-GRAD. EM LETRAS DIRETORIA DE POS-GRADUACAO Telefone/Ramal: Não informado

Banca de DEFESA: CARLOS GUTEMBERG SILVA MENDES

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : CARLOS GUTEMBERG SILVA MENDES
DATA : 11/04/2024
HORA: 14:00
LOCAL: VIRTUAL
TÍTULO:

O ESPANHOL NA PAISAGEM LINGUÍSTICA DE BOA VISTA-RR


PALAVRAS-CHAVES:

Linguística de Migração. Paisagem Linguística. Língua Espanhola, Roraima. Venezuela


PÁGINAS: 105
RESUMO:

Esta dissertação objetiva analisar o espanhol no contexto da paisagem linguística (PL)
da cidade de Boa Vista-RR. Para tanto, estabelece como hipótese principal que a
migração venezuelana impulsionou o cenário multilinguístico da capital roraimense,
dando destaque à multifuncionalidade do espanhol na dinâmica e cultura local. O
referencial teórico desta dissertação fundamenta-se numa perspectiva sociolinguística
dos contatos linguísticos e aciona o quadro teórico da Linguística de Migração
(Zimmermann, García, 2007; Gugenberger, 2007), da Paisagem Linguística (Landry,
Bourhis, 1997; Shohamy, Gorter, 2009; Rodríguez, 2012) e dos estudos de diglossia
e bilinguismo (Fishman, 1967). A metodologia deste estudo busca identificar
expressões dessa nova paisagem linguística, através da presença do espanhol em
placas, anúncios e outros gêneros/suportes textuais. A coleta de dados envolveu a
fotografia e geolocalização de 150 imagens, posteriormente analisadas e
cartografadas pelos softwares QGis e Google Earth Pro. A análise dessas imagens
considera estes seis critérios: levantamento e zoneamento espacial da PL;
identificação das esferas das atividades humanas; identificação do âmbito espacial
(público, privado ou misto); tom da escrita (amistoso, neutro ou agressivo); grau de
ostensividade (mais ou menos ostensiva (visível, destacada, difundida, elaborada, fixa
etc.) e tipo de suporte (convencional ou incidental). Os resultados mostram que o
espanhol se manifesta de forma ostensiva em diversos espaços públicos de Boa Vista,
especialmente em áreas comerciais e periféricas. Na Zona Oeste de Boa Vista, onde
a presença da língua espanhola se destaca no cenário linguístico, reflete-se uma
realidade social intrínseca à organização espacial da cidade. Essa presença marca a
necessidade dos imigrantes venezuelanos de se inserirem na sociedade local e no
mercado de trabalho. A mudança na paisagem linguística de Boa Vista apresenta
desafios, como a falta de políticas públicas bilíngues e a integração dos imigrantes no
sistema educacional; e oportunidades, como a valorização da diversidade linguística
e cultural e o enriquecimento da vida urbana. Esta pesquisa apresenta uma
contribuição aos estudos de paisagem linguística que são o detalhamento de critérios
analíticos e a correlação com os estudos de gêneros textuais. Ademais, defende a
inclusão da teoria da Linguística de Migração nos estudos de contato linguístico e de
PL, principalmente em contextos fronteiriços ou de envolvimento de pessoas
vulneráveis pela migração forçada. Essa defesa é para evitar uma análise puramente
gramatical da produção textual de imigrantes, o que pode reforçar estereótipos sociais
ou preconceitos linguísticos. A orientação final desta dissertação é que se busque a
implementação de políticas públicas que promovam o bilinguismo, a interculturalidade
e a inclusão social dos imigrantes, em especial no âmbito laboral e escolar.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 1374374 - ALAN RICARDO COSTA
Presidente - 1697840 - ELIABE DOS SANTOS PROCOPIO
Externo à Instituição - MARCUS GARCIA DE SENE
Notícia cadastrada em: 11/04/2024 09:19
SIGAA | DTI - Diretoria da Tecnologia de Informação - (95) | Copyright © 2006-2024 - UFRN - novo-sig-server3.jboss3